janeiro, 2016



É verão!

31 jan

12

 

Conchas nos pratos dos cardápios Cariocas

31 jan

2 pronta

 

É tempo de Siriguela

29 jan

Janeiro é tempo de… siriguela! E aproveitando a estação dessa fruta maravilhosa, criamos uma caipi fresquíssima com essa fruta deliciosa. Indicada para esse dias super solares cariocas! Em cartaz enquanto tiver fruta no pé!

caipicaipi2

 
 

Pílulas Gastrômicas

28 jan

1.1

 

Novidades para o verão

25 jan

11 pronta

 

Reaproveitando o Vinho #2!

20 jan

Continuando nossa trilogia de como reaproveitar o vinho que começamos aqui nesse post, hoje vamos ensinar a fazer um syrup delicioso. Bon Appétit!

capa-reaproveitandovinho-zaza-01

Gostou da dica de aproveitar as sobras de vinho para fazer um vinagre caseiro delícia?

Damos sequência às sugestões com uma receita de syrup de vinho branco ou tinto. É como uma calda bem incorpada!

Você vai precisar de:

2 e 1/2 xícaras de sobra de vinho branco ou tinto

1 xíc. de açúcar (o orgânico é o melhor!)

Uma garrafinha de vidro

post-reaproveitandovinho-zaza-02

Como fazer:

Misture o açúcar e o vinho em uma panela e leve à fervura. Depois, reduza o fogo e cozinhe até que a mistura alcance uma consistência licorosa. Tire do fogo, deixe esfriar e passe para a garrafa charmosa previamente fervida (para esterelizá-la) e leve à geladeira por até duas semanas.

Se você quiser ser mais criativa, pode adicionar algum sabor exótico, como cravo, canela, gengibre ou até mesmo favo de baunilha.

Esta calda é perfeita para sobremesas com frutas, sorvete ou como uma marinada de cenouras , berinjelas e carnes!

A próxima receita será de sal gourmet, fique de olho!

 
 

Carpaccios para o verão carioca

18 jan

5

 

Ponte Aérea: Púcon

18 jan

Ahhhh viajar! Hoje o Zazá Bistrô apresenta um lugar blaster lindo no Chile. Saindo da rota convencional, a gente descobriu Púcon.

Púcon é uma cidadezinha típica de  pé de montanha, pequena e acolhedora. Não tem como não gostar. Lembra muito Calafate, sem o imenso Glaciar Perito Moreno, mas com a  paisagem igualmente incrível e imponente dos vulcões e da natureza selvagem da chamada região das Araucanías. Aos pés do ainda ativo Villarica, Púcon  tem lagos, trekking no gelo, rafting, canoagem, canyoning, cavalgadas. Ok, ok. Prefere um mood mais off e calmo? Púcon também tem:  boa comida, chocolates, contemplação, tardes em ofurôs e spas e um hotel que por si só já vale a viagem: o Hotel Vira Vira.

Ah sim, e com uma observação: isso tudo não muito distante de Santiago:  Púcon está a 1h de avião com voo direto.

1

Então aqui vão nossas dicas do que fazer por lá:

O verão é ideal para praticar esportes náuticos como windsurfe, canoagem e kitesurfe. Nessa época, os lagos e rios se convertem em balneários, com gente pegando sol nas “playas” de areia que se formam pelo lado (a Playa Grande é a mais disputada).

Quando o inverno chega, a atração principal é a estação de esqui que atrai praticantes de todo o mundo. Pode não ser o complexo com mais estrutura que você terá ido, mas descer as encostas de um vulcão fumegante é uma sensação e tanto, e isso vale mais que tudo.

RAFTING!

As águas agitadas e cristalinas o rio Trancura são sensacionais para fazer um rafting, tenha você experiência ou não, esteja você com crianças ou não. Há vários níveis de dificuldade, com descidas em corredeiras mais ou menos radicais. Nosso rafting  começou com uma mini aula, e em seguida fomos para o rio. Foi nosso primeiro rafting, divertidíssimo, e seguro!!! O guia do barco conhecia super bem o trajeto, um outro guia acompanhou com um caiaque, além de todos os equipamentos de primeira linha. Ao final, uma mesa com biscoitos, chocolate e bebidas quentes no esperada.

Para os que não podem ou não querem o rafting, há uma opção (indicada para quem viaja com crianças menores ou idosos) que á de descer o rio Licura de canoa. Esse rio é liso e calmo, e tem uma paisagem linda no entorno.

TREKKING NO VULCÃO
Fazer trekking no gelo, já é, em si, uma atividade e tanto. Agora o que dizer se além do gelo, a caminhada for num vulcão ativo? A sensação é máxima! Obviamente, o vulcão é monitorado e esse tipo de atividade só é feita quando não há nenhuma risco de erupção.

Em Púcon, esse trekking é feito no Vulcão Villarrica. Seu cume está a cerca de 2800m de altitude e a  neve permanece na parte alta do vulcão durante todo o ano. Você pode escolher fazer toda até a cratera, ou optar por desbravar rotas mais leves, que foi o nosso caso.

O trekking passa por bosques no meio do gelo e áreas mais abertas , e termina em um platô com vista pro topo do vulcão, com mesa de picnic. Impagável!!

IMGM5221IMGM5483DCIM100GOPROG0213849.IMGM5786

CACHOEIRAS

A Ojos del Caburgua é um conjunto de quedas d’águas azuladas a cerca de 20km de Pucón. Além das cachoeiras, o complexo conta ainda com a Laguna Azul. Só que o lugar é apenas para contemplar: o banho não é permitido.

Se quiser um mergulho, tem o salto El Claro, que fica dentro de uma propriedade privada, mas que pode ser visitado. É uma queda d´água poderosa com 80 metros de altura,  numa clareira na mata e tem uma água super gelada. Dá pra chegar de carro, bicicleta ou caminhando (cerca de 5km a partir da estrada principal).  Olha que linda!

Ojos Del Caburgua100_4337

EFEITO GULA

Não saia de Púcon sem comer as empanadas do Marmohni. Localizada no primeiro piso de uma casa, vende empanadas inesquecíveis! Fica na Calle Equador 175.  Outro bem tradicional é o Trawen (O´Higgins 311).

empanadas

CULTURA MAPUCHE

Isso é muito legal. Há vários passeios de inserção na cultura Mapuche, os índios que originalmente ocuparam essa região de Araucanía. Desde aulas de gastronomia a dias inteiros com eles, onde a gente tem a experiência

ONDE FICAR:

O melhor hotel de Púcon é a Hacienda Vira Vira. Tem os quartos  voltados para as margens do Rio Liucura,  do hotel se vê o cume do Villarica, tem um decor clean e aconchegante. É um all inclusive de luxo, focado no tripé aventura-gastronomia-elegância. Vale dizer que o all inclusive inclui os passeios pela região, com guias super qualificados. E uma cozinha incriível!

HOTEL VIRA VIRAHOTEL VIRA VIRA3 HOTEL VIRA VIRA1 HOTEL VIRA VIRA2

35-Senior-Suites-Terrace

 

Zazá Piereck abre sua casa

16 jan

6 pronta

 

Refrescâncias de verão no Zazá Bistrô

13 jan

Michelada

Tem novidade fresh de verão no Zazá Bistrô! Para entrar no mood sal e sol do verão carioca repaginamos a Michelada, e lançamos por aqui por tempo limitado. Dando um up no sabor , repaginamos com uma cerveja especial de trigo (e fica dito: essa é uma das minhas bebidas preferidas. Toda vez que vou ao México, as Micheladas compete com as margaritas na minha escolha)

E para combinar temos o nosso sandubinha-chic. Ele é feito de Pernil com salada de maçã verde, aipo e passas em pão de girassol! Uma super dupla pós-praiana e carioca.

Sanduiche

 

Verão combina com carpaccio

13 jan

8 pronta

 

Reaproveitando o Vinho!

12 jan

Não sei se vocês sabem escrevo para o Blog do Cantão. Recentemente, publiquei lá uma trilogia de como reaproveitar vinho, e que agora compartilho aqui com vocês. Aproveitem!

capa-post-zaza-01-vinho

Isso pode parecer inédito: sobrar vinho da noite anterior. Se for delicioso nunca sobra, não é mesmo? A menos que você abra a última garrafa para saideira e seus convidados mudem de ideia ou bebam menos que esperavam.

Para essas raras ocasiões, nada de jogar fora! Você pode reaproveitar a sobra de vinho branco ou tinto para fazer um vinagre caseiro. Que tal a ideia?

post-zaza-02-vinho

Você vai precisar de:

Um frasco de vidro higienizado

Uma garrafinha de vinagre

Vinho que sobrou

Gaze ou toalha de papel

post-zaza-01-vinho

Como fazer:

Despeje tanto o vinagre quanto o vinho restante em um frasco limpo. Cubra com uma gaze ou toalha de papel e fixe-o no lugar com uma borracha ou elástico. Deixe em temperatura ambiente durante 10 dias, mexendo uma vez ao dia. Após 10 dias, tente saboreá-lo diariamente até que o vinagre atinja o sabor que você goste.

post-zaza-03-vinho

Talvez você sinta necessidade de completar com uma outra sobra de vinho se você sentir que está faltando sabor. Uma ideia pra incrementar é acrescentar um raminho de tomilho ou sua erva de preferência! Caso se forme um sedimento no fundo, não se assuste, é parte natural do processo químico (é só remover suavemente com uma colher).

Nos próximos posts você vai aprender a fazer uma glaze (aquele molho mais grossinho) e na semana seguinte, um incrível sal de vinho tinto.

Fique de olho! :)

créditos das fotos: Food52

 

 
 

Pratos refrescantes para o verão

10 jan

4

 
No Comments

Posted in Mídia

 

Conchas de Florianópolis

08 jan

4

 

Temperando a mesa com maracujá

06 jan

3 pronta

 
 

Verão com muitas conchas no prato

05 jan

10 pronta

 

Sugestão para o almoço

05 jan

12498534_1052725231417542_1971806785_n

Nossa sugestão para o almoço esta semana é  um sanduíche especial e delicioso. Venha se deliciar.